E agora?

Decisões para o Futuro 

  Olá a todos! Como sempre, passei algum tempo sem escrever no blog, mas estou de volta e vou hoje falar de um assunto muito particular, que envolve a minha ida para a Faculdade e o meu futuro.  
  Bem, no meu caso, não posso dizer que tenha tido muitas dúvidas ao longo do meu percurso académico. Estive em Línguas e Humanidades durante o Secundário e sempre mostrei um particular interesse pela área das Línguas. Adorei Português durante o meu Secundário, bem como Alemão e até Inglês. Sempre soube que queria seguir Línguas e, assim que abriram as candidaturas, coloquei Línguas Modernas, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, como 1ª opção. Porém, apesar de nunca ter tido muitas dúvidas, nem tudo foi um mar de rosas, sobretudo devido aos comentários dos outros. Como tenho uma média extremamente boa, tive de ouvir imensas pessoas a dizer que "Devia seguir Direito" ou que "É um desperdício teres uma média tão boa e ires para Línguas"... Bem se vê, através destes dois comentários, como as pessoas são tacanhas e têm uma mente fechada. Ora, nem todos os bons alunos de Humanidades têm de seguir Direito e acho que o mais importante é estarmos num curso onde nos sintamos realizados, onde sejamos felizes e não num curso que, segundo os nossos brilhantes especialistas da sociedade, "é prestigiante"!



  Mas ainda agora começámos a festa! Falta falar um pouco mais para perceberem aonde quero chegar. Basicamente, desde que entrei na escola primária, fiquei fascinado com a figura do professor. Muitas vezes, fingia que dava aulas em casa e vivia aquilo intensamente! Com o passar do tempo, fui-me apercebendo de todas as dificuldades que envolvem tal profissão, mas nunca deixei de sonhar com ela. Nunca deixei de querer ser professor e, na realidade, ainda quero ser professor (obviamente, de Línguas!!). Como sempre tive este sonho, também já tive de ouvir muitos comentários feios e maus. Tive imensos professores a dizer para desistir da ideia, a dizer que ser professor não tinha saída nenhuma hoje em dia, houve ainda quem afirmasse que ser professor é muito desgastante e que não posso estar bom da cabeça para querer seguir tal profissão. Também ouvi muitos comentários de outras pessoas (não professores) que, mais uma vez, disseram que "era um desperdício" e que "ser professor em Portugal não vale a pena". Enfim, vocês já devem estar a imaginar o tipo de comentários que tive de aturar. Porém, esses comentários não me afetaram e, por isso, mantenho o meu sonho e segui-lo-ei enquanto puder. 


  É certo e sabido que, em Portugal, neste momento, ser professor não é fácil. No entanto, não é impossível e, para além disso, eu nunca disse que queria ficar apenas por Portugal... Apenas acho interessante que tanta gente desincentive os alunos a serem professores, porque - vamos lá pensar logicamente - sem professores quem é que vai ensinar os futuros jovens? Vão ser os professores reformados com 80 anos? Ou será que é preciso ter professores jovens, com uma boa formação e com espírito de iniciativa?  Não estou aqui a alimentar ilusões, como já devem ter visto, porque sei a dificuldade daquilo a que me proponho. Sei que é difícil encontrar oportunidades de trabalho e sei que a população está a envelhecer cada vez mais, o que significa que haverá menos jovens e, consequentemente, menos professores. Porém, não tenho dúvidas quanto ao que quero. Sei, e sempre soube, o que quero para a minha vida futura e acho que não devo ser desencorajado, como tenho sido. Ser professor é, na minha opinião, uma profissão não só prestigiante como também gratificante. Trabalhar com pessoas custa, mas depois ver como os alunos evoluem enquanto pessoas e estudantes parece-me extremamente gratificante! Para além do mais, se não fossem os professores, onde estariam os bons profissionais de hoje? Quem seriam as pessoas sem a escola e sem o contacto com os docentes?


  Portanto, para todos aqueles que sabem o que querem, mas que já foram desmoralizados, só vos posso dizer para nunca perderem o foco. Devemos sempre seguir aquilo que nos faz felizes, senão nunca seremos bons profissionais e também nunca conseguiremos evoluir enquanto pessoas. Devemos sempre ouvir atentamente a nossa consciência, pois só a ela é que temos de responder. Para aqueles que ainda se sentem confusos e não têm, porventura, tantas certezas como eu, só posso dizer para terem calma e imaginarem o seu "eu" futuro... É importante explorarmos as várias áreas do saber e vermos qual é aquela em que nos sentimos melhor. Com o tempo, tudo se vai delineando com mais facilidade, mesmo que agora se sintam completamente à deriva. 
  Para sintetizar, queria apenas agradecer a todos aqueles que me ajudaram e me disseram para ir em frente e para seguir os meus sonhos. Quero também agradecer àqueles que me desencorajaram, e desencorajarão, porque também fazem com que tenha mais força de vontade para encarar o meu futuro. Uma nova jornada começará em breve! 

Obrigado,


Nuno Neves

Comentários

  1. olá! oh nuno, ser professor é das profissoes mais importantes no mundo da minha opinião! esses comentários são feitos de todas as profissoes só para criticarem, acredita. no teu caso disseram-te que devias ir para direito. no meu caso, que desde nova que quero seguir direito, disseram-me que nunca apoiariam a minha decisao pois "todos os advogados e pessoas desse genero são mentirosos e vigaristas". isto vindo de todo o tipo de pessoas, tanto mais velhas como da minha idade. quanto a ser um desperdicio seguires linguas devido à tua média é mentira, a tua boa média simplesmente significa que vais ser dos melhores na tua área, o que é ótimo. olha, desejo-te a maior das felicidades no teu futuro e que consigas realizar todos os teus objetivos. se ficares colocado na universidade de coimbra, espero que nos voltemos a encontrar como na universidade de verão!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nicole, que saudades :D! Ainda bem que achas que é uma profissão importante, porque é mesmo. No teu caso, também não te podes abater por esses comentários. Advogados não são propriamente mentirosos e Direito não implica seguir somente advocacia. Mas, se é esse o teu sonho, luta por ele e conseguirás certamente ir longe e fazer aquilo de que mais gostas. Só nós é que podemos traçar o nosso destino, pois somos nós quem o irá viver, pelo que devemos, sobretudo, sentir-nos realizados. No próximo ano, espero reencontrar-te então. De qualquer forma, dá notícias! Muitos beijinhos e muitos sucessos para a tua vida futura :D

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Monet, luzes e ação

Short story

Petit poème en prose