Mensagens

A mostrar mensagens de 2014
Um mundo cheio de leituras e bons escritores e ah um pouco de amor, sim? 
  Ler. Escrever. Dois atos tão banais e, no entanto, tão transcendentes. Mergulhar dentro das páginas de um livro, escrever tudo o que vai na nossa alma, encaixar palavras que parecem pequenos seres mágicos, encadear ideias e escarrapachá-las numa folha de papel outrora sem vida é algo tão extraordinário que nada o pode descrever.   Há quem considere ler uma seca. Respeito a opinião, sim, mas não a entendo. Não sei se será só comigo que acontecerá, mas, quando leem, não parece que as palavras têm magia? A dança delas nas frases, a sua mudança segundo o contexto, a sua forma gráfica, tudo isso tem sentido. Ler uma frase não é só perceber palavras isoladas. É situá-las num espaço e tempo que alguém nos quer transmitir. É interpretar aquilo que está lá e, sobretudo, aquilo que só cada um de nós vê.    Um novo livro é uma nova aventura, sempre. No início, sentimo-nos como pequenas crianças que procuram algo no meio de …
ComunidadeLGBT: EXTINGAM-NA !
'' Aquele é gay '' ''Aquela gosta de escarafunchar no mexilhão'' ''Aquela ali gosta de tudo'' ''Aquele veste roupa de gaja'' ... É assim, para muitas pessoas, que se passa um dia :) Como devem calcular, é muito agradável ouvir toda uma panóplia de comentários deste género. É extremamente bom, sobretudo nos dias em que estamos de mau humor e em que estamos mais tristes.    Oh, mas desculpem-me estou-me a desviar do tema principal: A CULPA É DOS LGBT! A culpa é claramente deles! Porque é que eu me estava a queixar dos comentários que as pessoas lhes dirigem? A culpa é deles. Eles é que nasceram deficientes, com algum problema qualquer. Os neurónios não devem funcionar bem naqueles casos ... Coitados, enfim, nasceram contra O QUE A PRÓPRIA BÍBLIA DEFENDE !   Assim, não é de estranhar que um taxista decida expulsar e espancar uma cliente só porque ela decidiu beijar a sua amiga. Claro que ela merece…
Imagem
Estudar, Chorar ou Desesperar? 

'' Vida de estudante é melhor vida que vais ter. '' '' Estudar? Imagina quando fores trabalhar!!" "Ai que saudades que eu tenho de estudar''. Frases tão comuns estas. Todos os adultos adoram esfregar isso na cara dos adolescentes e crianças, mostrando-lhes que ser estudante é tão simples como dormir, faz-se quase com uma perna atrás das costas! No entanto, para mim, e para a maioria dos estudantes, as coisas não são assim tão lineares ...    É verdade que estudar acaba por ser mais interessante que passar a vida inteira num escritório a fazer cálculos, ou passar a vida a dar aulas a alunos insubordinados ou a fazer as mesmas atividades numa fábrica, mas também não é como somar 2+2 ! Em primeiro lugar, os alunos não se sentem, na maior parte das vezes, bem nas escolas. Ninguém se apercebe disto e, no entanto, acontece (e demais). Quantos de nós, alunos, é que não acordamos e pensamos: ''Lá vou eu outra vez…
Acordo (Des)Ortográfico - Opiniões e Desopiniões 
  Bem, espero que já todos os portugueses saibam que entrará em vigor, no próximo ano de 2015, o novo Acordo Ortográfico! E que acordo ortográfico é este, que tantas revoltas suscitou e também tantos elogios? Vou, desta vez, dar a minha opinião relativamente a este acordo, FUNDAMENTANDO convenientemente aquilo que penso, pois o que mais vejo são pessoas a dizer '' Ai detesto esse novo acordo'' sem terem justificações. 
  Em primeiro lugar, este acordo torna a escrita fácil e, se calhar, até demais! A eliminação das consoantes ''c'' e ''p'' nas palavras em que não eram pronunciadas, facilita, sim, a escrita, pois há uma grande aproximação entre a oralidade das palavras e a sua forma gráfica. Mas isto será 100% bom? Para mim, não, uma vez que as línguas românicas como o francês, ... mantêm estas consoantes e torna-se mais difícil aprender estas línguas, para além de perdermos a noção dos étim…
Comunicar
Comunicar, todos comunicamos. Oralmente, de forma escrita, com gestos ... Mas a comunicação é assim tão fácil? Será que nós compreendemos tudo? Será que conseguimos decifrar tudo aquilo que os outros nos dizem? 
  Bem, com certeza que já deve ter acontecido a todos dizer X e depois uma outra pessoa reproduzir o discurso e dizer Y. E vocês dizem: Não, não, eu não disse isso! Na verdade, se calhar até dissemos, só que a interpretação varia. Especialmente quando as pessoas têm maneiras distintas de ver o mundo! 
  Mas isso é apenas a ponta do iceberg (ou pelo menos parece-me que será!). Falemos agora de escrever. Uma arte tão sublime, que uns fazem melhor que outros e que, no geral, é muito utilizada hoje em dia devido à internet. Todos temos uma opinião para dar no facebook, twitter, myspace, no nosso blog, no tumblr ... Por vezes, somos bastante explícitos e passamos uma mensagem que é facilmente percetível. Outras vezes, escolhemos dizer apenas isto ou aquilo ou citar aquele ca…
Até agora, o meu blog baseou-se em textos críticos/interventivos/de opinião. Hoje, no entanto, senti-me no direito de usar a minha veia de poeta e poetizar o que não há.


Esquecimento que não vê 
Esquecer por um tempo
Um longo curto momento,
O quanto custa ver.
Sentir, quero não
Viver, só se houver

O dia nunca chegou,
porque a noite nunca curou.
A perfeição me matar tentou,
pois que de tanta vida tive não tendo.

Doer sem querer!
Dizer sem me aperceber!
Um dia, quero tudo preencher.
Comigo, ou sem mim,
mas tudo terá o começo do seu fim.



Saber que nunca assim será 
Saber que nada assim foi.
Que não tive a vida que vi,
Que senti tudo o que não vi,
Que amei tudo o que não vi ...

Saber que esse tempo não chegará,
Que a dor nunca se curará.
Sabendo, soube tão pouco,
pois ao saber nem tudo quis ver.

Ver que o sol brilha a quem não muito fez
Enquanto não brilha a mim, que tanto tentei.
Saber que não era essa visão,
No fundo, crer que não mais há solução...

Sentir nos olhos de quem não chorou,
O chorou que tive e que não se…
Demónios debaixo da cama 
Era uma vez um menino. Pequeno. Teria os seus 5/6 anos e acreditava que o mundo era confortável e seguro. Também acreditava piamente que havia monstros debaixo da sua cama. Acreditava que eram demónios que o perseguiam, que o queriam torturar enquanto ele dormia.
  O menino cresceu. Tem 16 anos, é alto, magro e fiquemos por aqui. Já não acha que tem monstros debaixo da cama embora, por vezes, não seja fácil ter a certeza se eles estão lá ou não. Porém, tem os seus demónios. Sim, ele tem os seus demónios. Vê-os por vezes, mas, geralmente, sente-os. Na sua pele e na dos outros. Às vezes, são os outros os seus demónios. 
  É estranho como todos nós pensamos que os demónios são palpáveis e não estão na terra. É mentira. Quantas vezes vamos para a escola a pensar na discussão de ontem com os pais? Naquela sms em que alguém diz que não se interessa mais por nós? Quantas vezes vamos para lá a pensar que não somos bonitos? A pensar que nunca vamos conseguir ser assim n…
Imagem
Há Feriados e Feriados. Há Patriotismos e Patriotismos. 


Hoje é dia 5 de Outubro. É domingo e não, não é feriado. Porquê? Porque os nossos governantes conjuntamente com a Troika decidiram que tirar feriados é uma das melhores maneiras de aumentar o dinheiro dos cofres do Estado.    Considero esse feito inadmissível. Sou novo. Não sou estúpido e não vou ser formatado por argumentos que não valem nada. Tirar feriados é bom? Para quem? Para os cofres? Os cofres do Estado estão mal porque certas e determinadas pessoas que atingiram cargos superiores neste país decidiram gastar, ou melhor, ESBANJAR o dinheiro em si mesmos do que no desenvolvimento de Portugal. Pois, é verdade isto que eu disse e não é preciso ter mais que 2 dedos de testa para ter essa noção. E agora, o que acontece? Agora ficamos sem feriados! Porquê? Porque nós andamos a viver acima das nossas possibilidades. (não sei a quem se referem quando utilizam o pronome ''nós'', sei que não se refere à grande maiori…
Imagem
Desigualdade de Géneros

  Quem olhar para o título deste meu novo texto, vai logo pensar: SHIIIIIIIII VOLTAMOS À MESMA COISA DE SEMPRE, CREDO! Sim, vou falar de desigualdade de géneros. Não, não vou falar de todas as mesmas coisas que já foram abordadas, vou pois falar das que são menos faladas! 
  Acabei de saber que 2 professoras estiveram envolvidas sexualmente com um aluno com a minha idade, isto é, 16 anos, nos EUA. Claro que muita gente disse:  ''Grande sortudo! O miúdo papa ali as 2 storas e ainda sai bem do quadro. '', o que nós até podemos pensar que é normal, mas será? Vamos pensar no mesmo caso, mas com uma rapariga. Se uma rapariga estivesse a ter relações sexuais com 2 professores ou 2 professoras (não interessa), o que pensariam as pessoas? '' AH SACANAS DOS PROFESSORES! ANDAM A FAZER SEXO COM A POBRE MENINA, AI COITADA'' ... 
  Claro que nem toda a gente pensa assim, mas sem dúvida que a maior parte faz este raciocínio neste caso e em tantos…

O dia muda, as ideias mudam

Sempre gostei de escrever. Sempre achei fascinante articular as várias palavras e criar um texto uniforme, coeso, onde expressamos as nossas ideias, os nossos fascínios, os nossos desejos e tudo o mais. No fundo, essa é a razão por que criei este blog. Para escrever e partilhar as minhas ideias.
  Não é que eu me sinta na obrigação de justificar a criação deste blog, mas acho que convém sempre fazê-lo. Justificar para mim próprio e para os outros. No fundo, pretendo que seja um espaço onde eu posso partilhar as minhas opiniões, sobretudo sobre assuntos atuais. É esse o grande tema do meu blog!    Como penso que já terão percebido, este blog é um blog no qual vou fazer críticas a acontecimentos atuais, mas também falar de coisas interessantes para mim: música, arte, escola, ... Em princípio, vou escrever o blog maioritariamente em Português embora esteja a pensar introduzir, ao longo do tempo, textos em Inglês, talvez em Espanhol ou até em Francês/Alemão ... Bem, quem sabe? Ninguém sabe …