Liberdade de Expressão? Só nos dias em que há alguma explosão! 

  Antes de mais, um feliz ano novo a todos aqueles que leem os textos que publico e um pedido de desculpas por só hoje ter escrito um texto, mas necessito de alguma inspiração e conteúdo para tal. 
  Hoje, quero falar de um assunto que tão badalado tem sido: a liberdade de expressão. Após o atentado feito contra os jornalistas do ''Charlie Hebdo'', muitas pessoas falaram, comentaram e refletiram sobre a intolerância e as liberdades democráticas. Como todos nós vimos e ouvimos, muitos líderes políticos, como foi o caso do nosso Primeiro Ministro, decidiram proferir algumas palavras sobre a liberdade de expressão, dizendo que é um dos pilares da nossa democracia e afirmando que não pode ser retirado ou mudada, pois isso é contrário ao ser humano e à nossa própria felicidade. 
  No entanto, há alguns minutos, deparo-me com uma notícia cujo título é '' Foi suspensa uma revista por ter imagens de grafitis contra o Governo ''. Considero que este título é mais uma das ironias do destino, talvez uma das maiores que eu presenciei até hoje. Ainda há dias, víamos políticos a proferir discursos inflamados sobre as liberdades democráticas e, hoje, vemos uma revista a ser posta ''fora de circulação'' por causa dos grafitis que continha. Não, não foi o Governo que a colocou ''fora de circulação'', foi o diretor do Instituto de Ciências Sociais, José Cardoso, já que a revista está ligada a esta instituição; contudo, podemos perguntar a nós mesmos se este senhor não fez isto devido a pressões externas, mas, como não quero entrar em conspirações (que são provavelmente plausíveis), vou-me cingir ao ato deste senhor. 
  Que tipo de conduta é esta? Quem é este diretor que, por ver imagens de grafitis que contêm críticas ao governo, decide que esta edição não será colocada? Os membros da revista têm a liberdade de usar esses grafitis, independentemente das convicções do senhor! Nos últimos dias, não foi dito e mais que dito que '' Nous Sommes Tous Charlie '', isto é, que todos nós temos direito a expressar-nos mesmo que satirizemos ou critiquemos? Então por que motivo é que a revista foi censurada? Porque o conteúdo da mesma não estava em conformidade com aquilo que este diretor pensa? Porque na notícia havia mensagens críticas ao governo? E isso é motivo suficiente para CENSURAREM a porra da revista? 
  Sim, este é só um pequeno acontecimento. Sim, eu posso estar a exaltar-me. Sim, eu posso estar a ser duro nas críticas e sim TENHO DIREITO A FAZÊ-LO. E porquê? Porque tenho liberdade de expressão EM PLENITUDE. Quem é que disse que a liberdade de expressão tinha barreiras? Quem é que decide o que é certo ou errado, o que é de bom ou mau gosto? Qual é o problema das imagens escolhidas pela direção da revista? NUNCA ninguém disse que a liberdade de expressão tinha de estar subordinada a convicções e a questões de bom e mau gosto. Liberdade de expressão é ''o DIREITO de manifestar LIVREMENTE opiniões, ideias e pensamentos''. Liberdade de expressão não significa que eu tenho de calar-me só para não ofender os outros. Não significa dizer só aquilo que interessa para que a pessoa X não fique chateadinha só porque sou contra as suas opiniões políticas, sociais, religiosas, filosóficas, etc. Então porque é que agora este diretor decide impor limites à liberdade desta revista? Os grafitis satirizam os políticos portugueses e algumas das suas condutas, e daí? Há algo que diga que só nos podemos expressar se não satirizarmos políticos? I DON'T THINK SO ... 
  Que mundo é este? Este é apenas um dos muitos atentados às nossas liberdades. O que será de nós, jovens, crianças, adultos, daqui a uns anos? Seremos obrigados a calar as nossas mentes ruidosas para não morrermos? Seremos obrigados a encolher-nos? Não quero isso. Espero que não queiram também. É tempo de dizer não. É tempo de nos manifestarmos. É tempo de escrevermos sobre isto. É tempo de mostrarmos isto às pessoas. É altura perfeita para nos apercebermos de que as liberdades são frágeis, mas temos de as defender. Nós. Todos nós. Nós enquanto povo e enquanto cidadãos. Nós temos uma voz, nós temos teclados, nós temos canetas, nós temos mãos e só com pequenos gestos é que podemos mudar o mundo!
  


Link da notícia: http://www.noticiasaominuto.com/pais/298118/foi-suspensa-uma-revista-por-ter-imagens-de-grafitis-contra-governo



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Monet, luzes e ação

Short story

Petit poème en prose