Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2015

Mais um atentado à dignidade humana

Imagem
''É muito lucrativo que o mundo tenha medo'' 



  Bom dia a todos! Depois do meu último post, decidi vir falar-vos sobre aquilo que aconteceu ontem à noite em Paris.    Já todos devem saber que, em Paris, mais de uma centena de pessoas morreu e há cerca de 180 feridos devido aos ataques terroristas que ocorreram ontem. Todo o mundo se uniu e está a ser solidário com a França. E todos nós começámos a pôr a mão à cabeça, porque não é neste mundo que queremos viver. Pelo menos, eu não quero! Até quando continuarão estes atentados contra A DIGNIDADE humana? Todos os dias, em todo o mundo, morrem imensas pessoas em nome de nada. Pessoas como eu, como tu. Pessoas que se querem casar, ou viajar pelo mundo, ou que querem abrir um restaurante e aprender Português. Pessoas com ambições, sonhos e potencialidades que são descartadas. Deixadas a apodrecer num canto e tudo em nome de quê? De absolutamente nada! Não é possível ser tolerante para com o intolerante. Se os direitos humanos …
Imagem
Geração do ''eu'' 


Olá a todos! Depois do meu último post, que foi um poema (e eu espero que tenham gostado dele!), venho falar sobre outros assuntos. Acho que as pessoas da minha faixa etária se vão identificar com alguns aspetos, uma vez que vou falar sobre as nossas futuras aspirações, que divergem das dos nossos pais...    Frequentemente, penso na minha vida e penso naquilo que quero fazer no futuro e vejo que não quero uma vida como a dos meus pais. Não quero. Por um lado, não quero essa vida, porque não me imagino a ter filhos. Pode ser problema meu, mas eu sou demasiado ''egoísta'' para pensar muito nisso. Concentro-me tanto em mim, naquilo que quero e tenho de fazer, que acabo por descartar essa ideia. Aliás, as crianças chateiam-me um bocadinho, porque, ao contrário dos adolescentes, sentem necessidade de brincar sem parar e querem que as suas vontades sejam satisfeitas, o que me cansa um bocadinho, sinceramente. Isto não significa que eu não go…