Mais um atentado à dignidade humana


''É muito lucrativo que o mundo tenha medo'' 




  Bom dia a todos! Depois do meu último post, decidi vir falar-vos sobre aquilo que aconteceu ontem à noite em Paris. 
  Já todos devem saber que, em Paris, mais de uma centena de pessoas morreu e há cerca de 180 feridos devido aos ataques terroristas que ocorreram ontem. Todo o mundo se uniu e está a ser solidário com a França. E todos nós começámos a pôr a mão à cabeça, porque não é neste mundo que queremos viver. Pelo menos, eu não quero! Até quando continuarão estes atentados contra A DIGNIDADE humana? Todos os dias, em todo o mundo, morrem imensas pessoas em nome de nada. Pessoas como eu, como tu. Pessoas que se querem casar, ou viajar pelo mundo, ou que querem abrir um restaurante e aprender Português. Pessoas com ambições, sonhos e potencialidades que são descartadas. Deixadas a apodrecer num canto e tudo em nome de quê? De absolutamente nada! Não é possível ser tolerante para com o intolerante. Se os direitos humanos são assim tão importantes, porque é que muitos países ainda fecham os olhos a estes atentados? E pior: porque é que NÓS fechamos os olhos ao que se passa? 
  É difícil admitir, mas nós só nos lembramos do que se passa no mundo quando ''a bomba rebenta''. E foi o que aconteceu ontem em Paris. A cidade das luzes escureceu e ficou manchada com o sangue de inocentes. Mas não é a única. Por esse mundo fora, as ruas estão manchadas de sangue e nenhum de nós se lembra. Ou nenhum de nós é lembrado... É preciso unirmo-nos não só por causa do que se passou em Paris, mas porque os atentados à dignidade humana continuam e é preciso pará-los. Crenças, filosofias, ambições e interesses não podem continuar a pôr em causa o valor da vida humana. Tem de haver alguma maneira de parar com isto! 
  O pior destes atentados é que eles semeiam o medo. E, como diz a artista Capicua, '' É muito lucrativo que o mundo tenha medo''.
E é isso que se pretende. É isso que querem com estes atentados terroristas: espalhar medo, não só em França, mas em todo o mundo. O medo alimenta e nós temos de aprender a controlá-lo. É o medo que faz emergir ditaduras, que estimula o ódio, que nos faz duvidar do outro. Por favor, não deixem o medo controlar-vos. Todos temos medo, mas não pode ser ele a comandar a nossa vida. O mundo não pode ser controlado pelo medo, porque isso só trará reações horríveis. Por favor, não culpem refugiados por situações deste género. Por favor, não acreditem nessas notícias que dizem que 4 mil refugiados são terroristas. Pensem nos objetivos do Estado Islâmico: Eles querem que o medo reine, logo, afirmar uma coisa destas só fomenta medo e ódio. Se pode ser verdade? Pode. Mas, tendo em conta aquilo que pretendem, que é controlar TUDO E TODOS, será que o que dizem é realmente verdadeiro? Por favor, pensem! Não queiram o mundo coberto de medo. Não queiram o fim da democracia, nem da solidariedade. Lembrem-se do que se passou no passado. Lembrem-se dos regimes totalitários. Lembrem-se dos países que ainda hoje estão sob ditaduras. Lembrem-se das pessoas que fogem de guerras e que querem ajuda. Lembrem-se de ser HUMANOS, mas também de ser RACIONAIS!
  Não se esqueçam do que se passou nesta sexta-feira 13, mas também não se alimentem de medo. Unamo-nos e sejamos solidários com a França e com o mundo inteiro, mas não se deem por vencidos. Não queiram o fim daquilo que, em parte, já foi construído! 




Je suis avec la France! Je suis avec le MONDE! 
  

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Monet, luzes e ação

Short story

Petit poème en prose